PROGRAMA TARIFA SOCIAL DE ENERGIA ELÉTRICA DÁ DESCONTOS NA CONTA DE LUZ PARA FAMÍLIAS DE BAIXA RENDA

Mais de 870 mil famílias já estão sendo beneficiadas no Maranhão


As famílias de baixa renda inscritas no Cadastro Único, com integrantes que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), indígenas que possuem o RANI (Registro Administrativo de Nascimento Indígena), ou quilombolas têm direito ao benefício da Tarifa Social de Energia Elétrica, um programa do Governo Federal que dá descontos na conta de luz.

Atualmente no Maranhão já são mais de 870 mil famílias beneficiadas. A senhora Teresinha de Jesus, moradora do Sebastião Régis em Imperatriz, conta que a economia que faz na conta de energia serve para ajudar nas outras despesas da casa. 

“Eu estou achando ótimo, o meu talão estava vindo mais de R$ 200,00 e agora baixou pra mais ou menos R$ 50,00”, comenta.

No entanto, quase 300 mil famílias que são potenciais beneficiários, ainda não estão inscritos no programa e estão perdendo a oportunidade de pagar uma conta de energia mais barata. Para Francila Soares, Gerente de Relacionamento da Equatorial Maranhão, essas pessoas precisam se cadastrar para garantir o desconto na conta de luz. 

“As famílias que possuem o NIS, devem procurar os nossos canais de atendimento para realização do cadastro.  A Tarifa Social de Energia Elétrica, atualmente, atende mais de 870 mil famílias maranhenses e o programa pode chegar até você! Cerca de 300 mil famílias no Estado ainda podem aderir ao programa e receber esse importante benefício”, enfatiza.

Cadastro Tarifa Social de Energia Elétrica – Se você cumpre os requisitos e está inscrito no Cadastro Único, é indígena, quilombola ou tem o BPC, entre em contato com a Equatorial Maranhão pelo WhatsApp (98) 2055-0116, Central 116 ou pelo site www.equatorialenergia.com.br e solicite a opção de cadastro na Tarifa Social baixa renda. Caso você não seja o titular da conta, tenha em mãos também: nome completo do titular da conta, CPF, RG, data de nascimento e o nome da mãe.


Postar um comentário

0 Comentários