Ticker

6/recent/ticker-posts

TVN exibe o documentário "Beethoven é Pop"

No dia 23 de dezembro, será exibido pela TVN / Canal (136/ 636) ARTE1 o documentário “Beethoven É Pop”. A produção mostra os diálogos da obra de Ludwig Van Beethoven (1770-1827) com diversos gêneros musicais e artísticos: do heavy metal à popular trilha sonora da venda do gás de cozinha, passando pelo brega-funk, artes visuais e dança. 

 O compositor clássico Ludwig Van Beethoven e sua obra estarão em destaque na TVN. (Foto: Divulgação) 

Assim como eles, outros especialistas e personagens traçam paralelos inusitados, caso do produtor de brega-funk do Recife, JS O Mão de Ouro, que remixou a Quinta e a Nona Sinfonia para fazer “a galera dançar com Beethoven essas músicas mais antigas”  ou, do entregador de gás Marlos Oliveira de Souza que revela a história por trás da célebre "Für Elise", tocada no carro que ele vende gás de cozinha há mais de dez anos, e como a composição o impacta pessoalmente. Andreas Kisser, guitarrista da banda de metal Sepultura, participa da produção revelando as relações entre a música clássica e o rock extremo. Para ele, "Beethoven poderia ser considerado um headbanger" — termo usado para designar os fãs do estilo musical — tanto pela atitude rebelde quanto pelo peso de suas composições. Na mesma linha de pensamento, o maestro da Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo Roberto Minczuk afirma que o compositor de Bonn pode ser tido ainda como o primeiro roqueiro da história da música pela intensidade registrada em sua obra.

O músico Andreas Kisser, guitarrista da banda de metal Sepultura, participa do documentário “Beethoven é Pop” que será exibido dia 23.12 pela TVN / CANAL ART1.(Foto: Divulgação)

Entre esses e outros entrevistados, o musicólogo, compositor e professor da Faculdade Santa Marcelina, em São Paulo, Sergio Molina fundamenta o caráter universal e futurista da obra de Beethoven: "Ele era um compositor que apontava para o futuro, e como eu imagino, nós estejamos no futuro de Beethoven, parece que o pensamento e as ferramentas dele caem como uma luva para a atuação independente que seja na música clássica".

O documentário também conta com depoimentos do artista visual Fabio Cardoso e da coreógrafa e bailarina Deborah Colker, entre outros.

Postar um comentário

0 Comentários