MATERIAL ESCOLAR: SUPERMERCADOS SÃO A APOSTAS DO CONSUMIDOR NA VOLTA ÀS AULAS

Com maior número de produtos ofertados, grandes redes supermercadistas oferecem maiores chances de economizar

 Consumidores buscam em supermercados o material escolar (Foto: Divulgação)

O ano já começou e junto com ele a busca pelo material escolar dos filhos. A gerente administrativa Tatiana Magalhães, que tem dois filhos, conhece muito bem o desafio que é comprar todos os itens da lista. Este ano, a gerente vai precisar pesquisar ainda mais, já que se mudou recentemente para a capital. “Estou há apenas dois meses na cidade e agora que estou começando a pesquisar os preços dos itens da lista. Como ainda conheço pouco da cidade, essa tarefa se torna mais dificil”, revela a fortalezense. 

Gerente administrativa Tatiana Magalhães ao lado dos filhos (Foto: Divulgação)

Assim como Tatiana, muitos consumidores iniciaram o ano pesquisando os melhores valores nos materiais escolares. Nessa busca pelo preço baixo, as prateleiras dos supermercados têm ganhado cada vez mais espaço. “Eu estava lanchando com minha família e quando vi a grande variedade de materiais, logo aproveitei para comprar. Além de oferecer muitas opções, os preços aqui são bons”,  compara. “Sem contar que, além de otimizar o meu tempo, já consigo fazer as compras da mercearia e ainda encontrar os itens da lista, tudo em um só lugar”, completa Tatiana Magalhães.

Alguns dos fatores que contribuem para esse novo cenário são o parcelamento e a comodidade de encontrar em um único lugar itens para abastecer a despensa e a mochila dos filhos. “Com nosso estoque reforçado e com o elevado volume de compras diretamente das indústrias, muitas famílias buscam em nossas lojas os materiais escolares. Alguns chegam com listas e acabam comprando todo o material com a facilidade de parcelamento em 10x sem juros em todos os cartões”, explica a coordenadora do setor de papelaria do Grupo Mateus, Maria Santana Pontes.

Coordenadora do setor de papelaria do Grupo Mateus, Maria Santana Pontes. (Foto: Divulgação)

Ainda de acordo com a coordenadora, os supermercados e Atacarejos do Grupo Mateus trazem, há quase dez anos, ofertas especiais durante o período de volta às aulas, que contam com mais de 2 mil itens. Produtos como cadernos, lápis, mochila, caneta, estojos e outros itens são encontrados com preços ainda mais baixos.

Pesquisa

As lojas do Grupo Mateus que oferecem os produtos de papelaria estão espalhadas pelo Maranhão, Piauí e Pará, estados em que diversos estudos apontam constantes reajustes de preços na lista de material. No Pará, por exemplo, um estudo do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos – DIEESE PA – feito na primeira semana de janeiro revelou que o material escolar está mais caro em janeiro de 2021, em relação ao mesmo período do ano passado na Grande Belém. De acordo com o órgão, em muitos casos, a alta é maior que a inflação, estimada em torno de 5% para os últimos doze meses.

Diante dos cenários, a palavra de ordem para maranhenses, piauienses e paraenses é pesquisar! Assim será possível garantir os materiais escolares dos filhos, assim como um ano letivo repleto de novos aprendizados em 2021.

Nenhum comentário:

Postar um comentário