Ticker

6/recent/ticker-posts

PESQUISA DA ESTÁCIO DISCUTE IMPORTÂNCIA DA MUSCULAÇÃO PARA FORTALECER CORPO DE IDOSOS

Foto/Ilustração

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou recentemente seu estudo sobre a esperança de vida dos brasileiros. De acordo com o estudo, desde 1940 a expectativa de vida da população aumentou mais de 30 anos. Atualmente, a expectativa para os homens é de 73,1 e 80,1 para as mulheres.

Os especialistas da área de saúde reforçam a todo momento que o mais importante para essa população não é viver muito. É necessário ter qualidade e vida saudável. Para a formanda de Educação Física, Jardeane Ribeiro, uma atividade física específica precisa ser incluída na rotina das pessoas da terceira idade, que é a musculação.

E essa foi a abordagem dada pela estudante ao Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) este ano, com o objetivo de pesquisar estudos já realizados e discutir ainda mais a importância da musculação para os idosos.

“É nessa fase da vida que a força física diminui, ocorre redução da massa muscular, potência, assim como diminuição na flexibilidade. Sem a prática constante de exercícios físicos, ficará cada vez mais difícil realizar uma atividade do dia a dia, pois a força é um fator importante para as capacidades funcionais como: subir e descer uma escada, sentar numa cadeira entre outras coisas. É importante manter a força conforme ocorre o envelhecimento, pois ela é vital para a saúde”, explica.

Quanto ao exercício em si, a estudante ressalta que a musculação é considerada uma das atividades mais completas de preparação física. “Uma das características mais marcantes dos exercícios com peso é a facilidade com que podem ser adaptados à condição física individual, possibilitando até mesmo o treinamento de pessoas extremamente debilitadas”, observa.

É exatamente por isso, ainda segundo a formanda, que a musculação em idosos é eficaz. Além de ser possível adaptar para cada indivíduo, consegue oferecer benefícios que vão desde “a melhora da marcha, reduzindo o risco de quedas e maior eficiência na prática de atividades diárias, ao fortalecimento da massa muscular e da força que acaba diminuindo com o avanço da idade”.

Outras vantagens da musculação na terceira idade envolvem o fortalecimento de ligamentos, tendões e articulações, redução de quedas e suas consequências, fortalece os ossos, mantém o peso saudável e ajuda na socialização dessas pessoas.

Por outro lado, outro ganho considerável para a melhoria da qualidade de vida dos idosos é que atividade física é uma das ferramentas mais eficientes para a prevenção e tratamento de doenças. “O treinamento de força muscular deve ser recomendado em casos de artrite grave, aumento do peso corporal, ulcerações no pé, desordens do equilíbrio, amputação, doença pulmonar e baixo limiar para isquemia. Então a musculação é um treinamento que pode parar ou reverter a perda de massa muscular e proporcionar a manutenção da capacidade funcional e independência”, completa Jardeane.


Postar um comentário

0 Comentários