Ticker

6/recent/ticker-posts

BRK AMBIENTAL RECEBE VISITA DO SEC NACIONAL DE SANEAMENTO

Os executivos da BRK Ambiental Marcelo Araújo, Marcelo Hagge e Gabriel Ramos recebendo o Sec. Nacional de Saneamento Básico Pedro Maranhão para uma visita técnica às instalações da concessionária em Paço do Lumiar (Foto: Divulgação)

O Secretário Nacional de Saneamento Básico Pedro Maranhão fez uma visita às instalações da BRK Ambiental em Paço do Lumiar, uma das cidades maranhenses em que a concessionária é responsável pelos serviços de água e esgoto, além do município de São José de Ribamar.

Com o objetivo de conhecer a operação da concessionária, o secretário foi recebido por Marcelo Araújo, Gerente de Engenharia e Investimentos, Marcelo Hagge, Gerente Administrativo Financeiro e Gabriel Ramos, da área de Relações Institucionais. O Secretário visitou a sede da empresa e o Centro de Reservação 09, em Paço do Lumiar. 

“A visita do secretário foi uma oportunidade de mostrarmos o trabalho realizado pela empresa no Estado e falar sobre os avanços obtidos em nossa operação ao longo dos últimos anos, como a universalização da distribuição de água; além de apresentarmos os projetos socioambientais realizados pela BRK Ambiental. Esses avanços foram conquistados graças aos investimentos da companhia na expansão do saneamento na região”, explicou Marcelo Araújo.

O Secretário Pedro Maranhão enalteceu os resultados apresentados: Os investimentos realizados pela concessionária e os avanços na disponibilidade e qualidade dos serviços ofertados à população são um exemplo. Neste sentido, o Novo Marco Regulatório do Saneamento, aprovado em 2020, será um instrumento fundamental para que o setor atraia ainda mais investimentos e alcance a universalização, em benefício de todos os brasileiros” declarou o Sec. Pedro Maranhão.

No Maranhão, a BRK Ambiental é responsável pela prestação de serviços para mais de 350 mil pessoas. No último ano, a concessionária investiu mais de R$ 20 milhões no sistema de abastecimento de água. Em 2021, estão previstos mais de R$ 60 milhões de investimentos em poços, adutoras, redes, automação, setorização, redução de perdas e no sistema de esgotamento sanitário dos dois municípios.


Postar um comentário

0 Comentários